Aprendendo a agradecer!

Último dia do ano.
Posso apostar que nem eu, nem você, tivemos um ano fácil.

Outro dia me peguei pensando em como a minha vida parece um filme diário que começa, termina e volta pro ponto inicial. Parece que vivo num constante looping, sabe? Canso de chegar em casa, marido perguntar como foi o meu dia e eu responder automaticamente: a mesma ~coisa~ de sempre (e nesse coisa você pode inserir a sua “palavra de baixo calão” preferida).

Mas pára e pensa comigo: em vez de contar todos os problemas e tudo o que deu errado, que tal falar das alegrias, das bençãos e relembrar o que, de fato, aconteceu de bom no seu dia?
Será que, por mais que você tenha uma rotina, um dia a dia cansativo que parece sempre o mesmo, realmente não acontece nada de diferente? Ou é você que tem dificuldade em reconhecer esses momentos de gratidão?

thankful

Dia desses apareceu no meu feed do Facebook um post compartilhado, que tinha o seguinte texto:

Pegue uma jarra ou um pote vazio e coloque no seu quarto.
Toda vez que alguma coisa boa acontecer com você, não importa o quão pequena seja, contanto que tenha te feito sorrir, escreva em um papel o porquê você está feliz. Dobre o papel e coloque no pote.
No último dia de 2016, esvazie ele e veja quantos pequenos presentes a vida lhe deu.
Agradeça e faça isso todo ano.

wishing-blessing-thankful-jar

Achei a ideia de uma simplicidade tão absurda e, ao mesmo tempo, tão plena de significado que me prometi fazer isso nesse próximo ano.

É tão comum nessa época a gente fazer a nossa lista de metas, não é mesmo?
Não que eu não as ache importante. Acho sim! Acredito que ajuda, e muito, a você ter um foco para correr atrás e fazer as coisas acontecerem.

Mas a minha, para 2016, é colocar isso em prática: agradecer.
Fazer isso com mais frequência.
Ser mais positiva.
Enxergar o copo meio cheio.
Deixar um pouco as lamúrias de lado e reconhecer o que a vida tem a nos oferecer.

Convido você a fazer o mesmo.

Faça o seu potinho. E nele deposite seus agradecimentos, seus momentos de gratidão, seus desejos, seus sonhos, suas metas, seja lá o que fizer sentido pra você.
Aposto que vai ser uma delicia, quando terminar esse ano que mal começou, a gente ler papel por papel e ver tudo de incrível que aconteceu à nossa volta.

Para inspirar, fiz um painel com ideias de como fazer o seu:

Siga o painel Wish/Thankful jar de Narda no Pinterest.

Feliz Ano Novo!

Beijos,
Narda

Comentários

comentários

2 pensamentos sobre “Aprendendo a agradecer!

  • 31 de dezembro de 2015 em 16:24
    Permalink

    Lindo post. Adorei a ideia. Adorei, aliás constatar que você está madura. Sim, só com a maturidade aprendemos a agradecer. Ah, e amei também a ideia do pote. Vou fazer o meu. Mas o meu será feito no celular, vou criar uma Nota para isso. Feliz 2016, querida. E obrigada por todos os momentos felizes que passamos juntas em 2015. Beijos

    Responder
    • 18 de janeiro de 2016 em 11:42
      Permalink

      Obrigada também, por tudo!
      Outro dia li alguma coisa do tipo que a gente tem que “se apresentar” constantemente, porque não somos a mesma pessoa de um ano atrás. Outro dia, me peguei pensando nisso. A gente vive aprendendo né e amadurecendo também (que bom!).
      Meu potinho tá meio furado rs. Fiz o pote mas estou achando mais prático deixar tudo anotado num bloquinho. De qualquer forma, estou anotando.
      Vamos ver como vai ser no fim do ano.
      Bom 2016 pra gente.
      Beijos!

      Responder

Deixe uma resposta para Margareth Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *