Ensaio família: 1 ano do Tomás

Sou super a favor (e adepta) de eternizar momentos através de fotos.
Fizemos o ensaio de gestante, ensaio de família no primeiro mês do Tomás e, agora, repetimos a dose para comemorar o primeiro aniversário dele. Novamente escolhemos fazer as fotos com a Fernanda Luna, que já conhecemos e admiramos o trabalho, e o melhor: já temos intimidade! hehe
Para esse ensaio, queria algo ao ar livre, já que os ensaios anteriores foram em casa. O tempo não estava ajudando muito, mas conseguimos uma tarde sem chuva e fotografamos no Parque Ibirapuera.
Como sempre, o resultado foi super especial. Ainda mais porque fotografamos um dia depois do Tomás completar 1 ano.

Aqui, algumas fotos!

343B2952-2

343B2958

343B2978

343B2918

Leia mais

Mingau de aveia com maçã – bebês a partir dos 6 meses

migau-aveia-bebe-6meses

Às vezes por aqui, no fim de semana, fugimos um pouco da rotina, principalmente na parte da tarde. Quando acontece de o Tomás pular a fruta ou o jantar, eu ofereço um mingau de aveia pra ele à noitinha. Na minha cabeça isso funciona como ceia e assim fico mais tranquila dele estar alimentado nesse turno. Fora que a receita leva maçã, então é como se ele estivesse comendo a fruta de outra forma hehe. Depois é só mamar pra dormir 😴.

RECEITA
– meia maçã (ou pera) raspada
– 100ml de água
– uma colher de sopa de aveia em flocos finos

Levar ao fogo baixo até ferver e engrossar. Depois, adicionar 3 medidas de LA. Ou, pra quem quiser oferecer com leite materno, fazer a receita só com um pouquinho de água e adicionar a medida de LM depois que o mingau estiver morno.

Hoje polvilhei um “tequinho” de canela pra dar um gostinho 😋

Sobre escolher um berçário

Processed with VSCO with c6 preset

Escolhemos o berçário do Tomás meio no susto, sem muito tempo pra ponderar. Foram só dois dias de adaptação, pois na sequência eu já voltaria ao trabalho.
No primeiro dia eu fiquei o turno com ele e com as “tias”. Falava como era a rotina e os horários dele com lágrimas nos olhos, por saber que aquilo significava confiar os cuidados do meu filho à outra pessoa.
No outro dia acompanhei do lado de fora da sala. E quando ele chorou pra dormir a primeira vez sem mim, sem o peito pra mamar, eu chorei do outro lado da porta “sem poder” acalentá-lo, sem saber se conseguiriam faze-lo dormir.
Mas conseguiram. Ele dormiu sem mim. Ele ficou bem sem mim. E assim foi nesse pouco mais de um mês que ele frequentou esse berçário no período da tarde.
Hoje foi o último dia dele lá.
Segunda vamos pra um novo berçário, mais perto de casa.
Nunca pensei que seria tão difícil.
Talvez tomar a decisão de ter que fazer essa troca tenha sido mais difícil que a de escolher.
Com o mesmo coração miúdo que o deixei no primeiro dia, eu o busquei hoje no seu ultimo.
A tia chorou, nós (eu e marido) choramos. Ela porque ficará com saudade, nós em agradecimento. Pelo nosso filho ter sido muito bem cuidado lá, pela certeza de que ele recebeu um carinho enorme das cuidadoras e pela tristeza de ter que desfazer esse laço tão precocemente.
Meu coração ficou mais uma vez pequeno, mas, ao mesmo tempo, cheio… de gratidão! 💓