Santiago: o que fazer e visitar na cidade

Acho que já deu pra perceber que adorei Santiago, né? Tivemos só 4 dias na cidade e a sensação que eu tenho é de que não vimos nem metade do que a cidade tem a oferecer. Esse post é pra contar um pouquinho dos pontos turísticos que visitamos na nossa viagem, para quem estiver se programando a ir pra lá saber o que fazer na cidade.

Vista no Cerro Santa Lucia
Vista no Cerro Santa Lucia

Chegamos na cidade por volta das 11h da manhã de uma quinta e como não conseguimos fazer early check in (o horário era somente às 15h), deixamos a bagagem na “custodia” (guarda-volumes) do hotel e partimos pra rua! Descemos na estação Plaza de Armas e passeamos pelo centro histórico de Santiago. Para a nossa infelicidade, a maioria dos prédios estão passando por restauro das fachadas, então nem conseguimos tirar muitas fotos em frente aos principais pontos. Mas conseguimos entrar na Catedral Metropolitana de Santiago e vale muito a visita! É belíssima por dentro.

De lá fomos caminhando para o Mercado Municipal onde tínhamos nos programado para almoçar. Meu marido queria por queria comer Centolla (um caranguejo enorme que tem por lá e é um dos pratos típicos da região), mas desistiu ao ver o preço: 35mil pesos, o que dá mais ou menos 150 reais, dependendo da cotação. Paramos no Donde Augusto, um restaurante que praticamente domina o lugar e fica bem na parte central do mercado. Os garçons só faltam pegar na sua mão e te levar até a mesa, então nem estranhe todo o “assédio” pra comer lá. Sentamos e fomos na indicação do garçom de comer um Jardín de Mariscos (tábua com ceviche e mariscos variados). Achei caro e nem gostei (odeio comida fria e ainda estava meio sem tempero sabe?). Pelo menos valeu pra tomar o tal do Pisco Sour, bebida típica de lá e que me pareceu uma caipirinha. Mas voltando ao Mercado: sinceramente? Não voltaria lá. O local é pequeno e sujo, ou seja, nada muito atrativo. Valeu pra conhecer, mas com certeza numa próxima oportunidade focarei em outros passeios.

SAMSUNG CSC

Aproveitamos que tínhamos descansado no almoço e seguimos pelo centro rumo ao Museo Chileno de Arte Precolombino. Tinha lido boas avaliações do museu – já que é considerado um dos melhores do país – e, por isso, colocamos na nossa programação. No fim, gostamos bastante! O acervo é bem interessante e conta com peças de antigas civilizações. Super interessante.

De lá, fomos pro Cerro Santa Lucia (o da foto que abre esse post). É um dos “cerros” em que você tem uma boa vista da cidade. O prédio de entrada é super bonito, mas está tão mal cuidado que dá dó, sabe? Mas isso não atrapalha em nada a visita. Só vá preparado: a subida é à pé e o caminho exige um certo fôlego (com muitas escadas e subidas)!

SAMSUNG CSC
Calle Constituición, no Bairro da Bellavista (famoso pelos restaurantes e bares)

Leia mais

Santiago: onde se hospedar

Saber onde se hospedar, ao visitar uma nova cidade, é sempre um mar de dúvidas. Toda vez que viajo é a mesma história. Em viagens anteriores, priorizamos a localização e/ou fácil locomoção e o custo. Nessa ida a Santiago tivemos outras prioridades e, no fim das contas, valeu super a pena.

hotel_santiago_chile_plazaelbosque_lascondes01

Como das outras vezes, pesquisamos primeiro em qual bairro ficar. Como disse no post de dicas gerais, acabamos optando pelo bairro de Las Condes, que em vários lugares havia lido que era um bairro sossegado e, consequentemente, meio longe das “atrações” do centro de Santiago. Como se tratava de uma viagem de comemoração de aniversário de casamento, queríamos passear e descansar, então o bairro acabou caindo como uma luva para os nossos interesses.

hotel_santiago_chile_plazaelbosque_lascondes_quarto

Pesquisamos no Booking.com, como de costume, e acabamos reservando a nossa estadia no hotel Plaza El Bosque Nueva Las Condes. A tarifa estava bem atrativa para um hotel 4 estrelas, as recomendações tanto no site como no TripAdvisor eram ótimas e as fotos nos mostravam um hotel novo e bem cuidado. E melhor: não era propaganda enganosa! O hotel, de fato, é tudo isso mesmo: quarto e limpeza impecáveis (a foto acima eu tirei no celular e é exatamente como mostrado nas fotos de divulgação), funcionários extremamente educados e prestativos; e instalações novas.

Leia mais

Santiago: dicas de viagem 2014

Começando os posts da última viagem que eu e marido fizemos. O destino? Santiago, no Chile! O motivo? Nosso aniversário de 5 anos de casamento <3.
Nossa viagem foi curta, apenas 4 dias. Por isso, tentamos aproveitar cada minuto que a cidade nos oferecia. E olha… quanta coisa! Mas os passeios e os pontos turísticos ficam pra outro post, ok? Nesse vou tentar dar dicas gerais para quem está se preparando para conhecer a cidade.

SAMSUNG CSC

– É sempre bom utilizar recursos de buscadores de preços para verificar as melhores tarifas de passagem. Mas aconselho a comprar direto no site da companhia. Geralmente pesquiso no Decolar ou no Submarino Viagens, por exemplo, e depois vou direto no site da companhia para evitar taxas de intermediações. Dessa vez viajamos de SKY Airline, que foi considerada a melhor companhia regional da América do Sul, em 2014.

– No mais, as mesmas dicas básicas de planejamento: checar se ocorrerão feriados locais durante a sua viagem, anotar horário de funcionamento das atrações turísticas e checar os melhores dias e horários para visitá-las, além de verificar a temperatura local para levar a roupa adequada. Durante a nossa estadia dizia que ia fazer bastante frio, mas – no fim das contas – nem achei tanto. #Dica: Santiago é uma cidade BEM seca e poluída, como São Paulo. Portanto, ande com garrafinha de água na rua, para se refrescar sempre.

– Assim como a Argentina, o Chile tem acordo Mercosul com o Brasil. Portanto, basta um RG em bom estado para entrar no país.

SAMSUNG CSC

Leia mais

Página 20 de 195« Primeira...10...1819202122...3040...195